Making Of

Fotos em Público

29/09/2009 às 13:45

Olá! Me chamo Gisele Bianchini, este é meu primeiro post aqui no We Love Blythe e vou falar sobre fotos externas… Ai ai ai, estou com vergonha, pois não sou muito de escrever…

Vergonha é uma condição psicológica e uma forma de controle religioso, político, judicial e social, consistindo de idéias, estados emocionais, estados fisiológicos e um conjunto de comportamentos, induzidos pelo conhecimento ou consciência de desonra, desgraça ou condenação. O terapeuta John Bradshaw conceitua a vergonha como a “emoção que nos deixa saber que somos finitos”. (Wikipedia)

Posso dizer que fui uma pessoa muito envergonhada, desde pequena falava baixinho, tinha dificuldade pra fazer novas amizades, mais que aos poucos fui superando (ainda bem). Até na época em que eu fazia faculdade ainda não gostava de falar em público, e quando tinha que apresentar trabalho na frente de todos era um Deus nos acuda. Ironia do destino, tive que dar aulas na mesma faculdade em que me formei, e com isso acabei superando essa minha dificuldade. E aí você está se perguntado…. “O que tem isso a ver com Blythes?” :35: TUDO a ver!

Muitas meninas não fazem fotos externas ou em público por ter vergonha, … No início foi difícil pra mim, ficar arrumando uma boneca para fotografar com um monte de olhares curiosos. Como prefiro fotos externas, tive que me acostumar na marra!
Quando minha primeira Blythe chegou, logo fui pra rua e fiz umas fotos – nos fundos da empresa, no quintal de casa – isso pode ser foto externa, mais não é foto EM PÚBLICO! Então marquei um encontro com uma colega minha (Lady Shampoo – Alexandra) pra ir no shopping, ela ainda não tinha Blythe, mais tinha a sua primeira cabeçuda, uma Pullip.

Era dia das crianças e nada mais normal levar nossas bonecas pra tirar foto no shopping, iamos passar despercebidas no meio de tantas crianças com brinquedos. Pura ilusão, estava mega lotado, e eu com uma Blythe de cabelo vermelhão e ela com uma Pullip de cabelo roxo (nada chamativas), e ainda são bonecas que as crianças não conheciam. No início estávamos com elas dentro da bolsa, esperando achar um local apropriado para tirar elas de lá e colocar para conhecer o mundo. Paramos num café que fica num corredor de passagem dentro do shopping e começamos a tirar todos os apetrechos de dentro da bolsa e montamos na mesa do café o cenário para fazer as fotos!
Sim, muitos olhares voltados pra nossa mesa – começou aí a adrenalina…. E foi um tal de tira foto daqui, arruma ali, tira mais foto, passa pra cá pra lá, pega isso. Quando vi, já tinha acabado. Cheguei em casa eufórica, contando tudo pro meu noivo! Adorei a experiência e queria mais e mais e mais! :19:

Eu gosto muito de fazer foto externa. Quando estou passeando, ou nem que seja o caminho do dia a dia (pra ir pro trabalho, pra ir em alguma loja que costumo ir sempre) fico procurando o melhor local pra posicionar elas, onde seria o melhor clique? Melhor ângulo? Sempre ando com bolsa grande, pra levar uma delas comigo, mais mesmo quando não estou com alguma dentro da bolsa, fico observando e volto outro dia pra fazer as fotos, com a escolhida e devidamente trajada.

Agora vou falar uma coisa que nunca comentei antes… Quando estou fazendo foto externa e os olhares começam a se voltar para mim, para o que eu estou fazendo, me dá uma adrenalina, é uma mistura de nervoso e bem estar, o coração acelera, eu fico borbulhando por dentro, parece que tomei café e estou a mil. Mais sabe o que eu acho que é isso? Satisfação, prazer, alegria, tudo de bom misturado junto! :9:

Essas fotos acima foi no parque Ramiro Ruediger de Blumenau, tem ciclovia, pista para caminhada, quadras de esporte, parquinho infantil, lago, ou seja, lotado de gente diga-se de passagem.

Esta outra foto é na empresa que eu trabalhava (pedi pra sair faz pouco dias). Fiz essa foto na hora do almoço, e tinha uma platéia de bordadeiras todas fofocando bem próximas de mim… E olha aí o resultado! Valeu a pena!!!

Uma dica legal para as envergonhadinhas é começar a sair aos Domingos! É um bom dia, pois a cidade costuma estar mais deserta (se não for uma cidade turística, é claro).

Na minha participação do MBB 2009 fiz questão de fazer TODAS as fotos serem externas, pois este é o estilo que gosto. Esta é uma das fotos oficiais do cuncurso, foi feita numa das avenidas mais movimentada aqui de Blumenau, em pleno horário de pico. Buzinadas?? Sim… Sempre tem um engraçadinho! Mais olha aí se não dá vontade e coragem pra fazer mais vezes esse tipo de foto?

É sempre bom ter junto alguns “utensílios” que podem fazer a diferença. Além de ajudar a segurar a boneca, eles fazem você pagar menos “mico”, pois a platéia que te assiste sempre tem um querendo que um vento passe e derrube a boneca bem na hora de fazer a foto. Por isso o eu levo para me salvar: garfo (normal e de sobremesa), nylon, palito de dente, linha de bordar (verde e bege), tesoura, isqueiro, stand, fita adesiva, e por aí vai… Bom, vou falar mais sobre esses “apetrechos” num próximo encontro nosso aqui no WLB. :23:

Ufa, pra quem não gosta de escever, achei que eu não ia parar nunca mais, porque esse assunto tem muita coisa ainda pra se falar! Cheguei ao final do post, e nem caiu um braço ou um dedo… :26: Venci mais um medo meu, uma vergonha – sempre falei que não sabia escrever – e escrevendo aqui para esta coluna vou vencer mais esta vergonha minha e eu tenho muito a agradecer vocês por este convite e oportunidade de superar isto! Espero que tenham gostado!

Beijos :32:
Gisele Bianchini

15 Comentários

  • Responder Mari Assmann 30/09/2009 at 14:11

    Eu adorei o texto!

    Então, eu adoro fotos ao ar livre também, mas ainda me sinto envergonhada as vezes, passo nos lugares, imagino a foto e fico uns dias criando coragem pra ir lá fazer…
    Mas como você disse, o resultado vale a pena!

    E quando estou tirando foto e sinto que estão me olhando eu sinto minhas bochechas esquentando e quase me dá um troço xDDD

  • Responder Jess 30/09/2009 at 10:47

    linda parabens pelo post!
    vou criar coragem e fazer o mesmo!
    😀

  • Responder Tatiana Castro 29/09/2009 at 21:07

    Meu problema de sair na rua com minhas filhas na bolsa é que moro no Rio de Janeiro e, como já fui assaltada várias vezes, já perdi algumas bolsas…. por sorte nunca perdi nada de mto valor, mas imaginem se levam minha bolsa com uma boneca??????????????? COMOFAZ??? :31:

  • Responder Rosi Michalska 29/09/2009 at 20:42

    Guria,como a gente tem ponto sem comum!!Parece até que foi escrito por mim…Adorei!Beijoconas…

  • Responder Adri (Nadeshiko) 29/09/2009 at 19:46

    que post genial!!!
    adorei suas dicas… e tmb quero perder a vergonha! qdo eu for a blu, quero tirar mtas fotos das nossas cabeçudinhas por toda cidade!

  • Responder mariana 29/09/2009 at 17:21

    Adoro externas!

    E fotos em público já fiz algumas..

    Queria levar a Valentina no supermercado, mas o namorado não deixou…

    Geralmente só não faço porque ele enche o saco mesmo. Por mim, sem problemas. Pago tanto mico na faculdade andando fantasiada, travestida, de peruca, que já acostumei e se mexem comigo mexo de volta.

    ^^

  • Responder Mari Milanezi 29/09/2009 at 16:57

    Fotos em público são complicadas. Mas o resultado vale a pena. As fotos da Gi estão lindas!!

  • Responder Nathalia 29/09/2009 at 15:44

    Adorei! Muito legal mesmo!!! Me encorajou a sair por aí tirando fotos das filhotas^^

  • Responder Rezinha 29/09/2009 at 15:43

    Eu saio pouco com as minhas meninas, mas na hora de fotografar em público, eu fico com mais vergonha de quem está me acompanhando, do que das pessoas estranhas que param pra ver a performance, principalmente minha família, eles enchem tanto o saco que até desanima… domingo eu sai com um amigo bonequeiro e fotografamos no parque Trianon, em plena Av. Paulista… foi bem mais tranquilo na cia dele… mas ainda não tivemos coragem de fotografar no parquinho, cheio de criancinhas, hahahaha! :38:

  • Responder Cherry Pooh 29/09/2009 at 15:32

    :34: Adorei o post! Também acho lindas as fotos externas, mas ainda não tive coragem de sair para um passeio com as minhas meninas! Adorei mesmo ler seu post Gisele, estava mesmo precisando de um incentivo!! :28:

  • 1 2

    Comentar