Histórias

História da Tamara e da Isadora

20/11/2009 às 12:05

Em abril de 2007 eu estava pelo flickr olhando os favoritos de alguns contatos e me deparei com a foto de uma boneca sentada num sofá com um notebook no colo. Essa foi a primeira vez que vi uma Blythe.
Um ano depois minha mãe que mora em outra cidade, veio passar uns dias comigo e me mostrou as bonecas que ela tinha visto no flickr. Foi aí que eu soube que eram as Blythes, que eram bonecas caras :20:, vi que umas tinham brilho no rosto e que elas tinham uma cordinha que eu não fazia ideia de para que servia. Passamos uma tarde inteira vendo fotos e mais fotos.

Uns 4 meses depois, estava no msn com a Mari (mãe da Valentina que todo mundo conhece) e ela me disse que estava querendo comprar uma Blythe, me mandou links e mais links com fotos de bonecas, acessórios, miniaturas e eu fui ficando apaixonada por tudo isso. Foi com ela que eu soube que as bonecas podiam ser customizadas, que a tal cordinha servia para trocar os olhos, como comprar, onde ver todos os modelos…

Comecei olhando os modelos e logo resolvi que queria uma que se parecesse comigo, ela tinha que ser morena. Na época só existia a Roxy e a Ginger, sendo que a primeira é uma boneca limitada e custa cerca de 400 dólares, ou seja, impossível. Olhei mais fotos no flickr e me apaixonei de vez pela Ginger. Planejei comprar ela no mês seguinte, mas não aguentei e comprei na semana seguinte .

Lógico que meu marido achou que eu estava louca de pagar tanto por uma boneca, mas eu precisava dela, e afinal de contas, eu só queria uma Blythe. Sim eu fui dessas que diz que precisa só de uma :12:.

Aí depois de 21 dias de agonizante espera Isadora chegou! Foi num momento marcante da minha vida, nós tínhamos acabado de vender nossa casa porque meu marido ia ser transferido para outro estado (e cá estamos no interior do interior do MS), eu estava arrumando a minha mudança, quando vi no site dos correios que ela tinha chegado. Não aguentei esperar o carteiro passar em casa e pedi para ele deixar meu pacote separado que eu ia buscar. Minha casa ficava a uns 15 minutos do CDD (Centro de Distribuição Domiciliar) e eu larguei o que estava fazendo e fui buscar ela.

E voltei feliz da vida com a caixa nas mãos :19:. Tive vontade de abrir no meio da rua, mas aguentei esperar chegar em casa. Não via a hora de ter uma Blythe nas mãos para ver como ela era. Lembro que achei ela muito mais bonita do que nas fotos, que achei ela pesada (a Ginger tem bastante cabelo, ela é mais pesada que algumas) e que passei muito tempo olhando pra ela sem nem acreditar, que ela estava alí nas minhas mãos. Acho que nem quando eu era criança eu fiquei tão feliz por uma boneca.

De lá pra cá muita coisa mudou, eu que achava que uma boneca era suficiente, vou receber minha quinta Blythe, uma Friendly Freckles, meu marido que apenas aceitava a idéia, hoje me ajuda com as fotos, dá mil palpites, me ajuda com os nomes (foi ele quem batizou a Bubbaloo, minha MLC) não tem a menor vergonha quando eu saio com elas para tirar fotos e graças a ele que eu consegui algumas delas. Ele sabe tudo de Blythe, modelos, moldes, tipos de customizações… Imagina como eu falo pouco disso com ele xD A favotita dele é a Sabrina.

Eu sei que é estranho dizer, mas minhas bonecas me fazem mais feliz. Seja quando eu tiro uma foto que gosto, quando mudo alguma coisa nelas que dá um pouco de personalidade, quando pego elas para pentear, trocar a roupinha, que aliás é uma terapia, é como se eu me desligasse dos problemas e esquecesse da vida por uns instantes. Sem contar as pessoas que eu conheci e as outras que eu já conhecia e o hobby me aproximou.
Gosto e muito de todas, mas Isadora talvez por ser a primeira, minha mini me, meu alter ego, acho que sempre vai ser meu xodó, a minha favorita *e as outras que nunca leiam isso :1:*

Leia Também

9 Comentários

  • Responder Bia 02/10/2011 at 15:22

    Oiii, eu vi no seu flickr, vc doou a Isadora?
    why? 🙁 :2:

  • Responder Nique 26/11/2009 at 07:05

    Adoro todas as suas blythes elas são lindinhas demais e que maridão hein rsrs bju grande ^^

  • Responder Lena 24/11/2009 at 09:30

    :1: Tammy 🙂 a minha preferida é a Thisbe tb, a minha primeira. Não é meu mini me, mas ela é linda e especial por ser costumizada depois que eu quase a assasinei tentando fazer uma nova boca e graças a Gogo Maia ela ficou uma princesa, olhei agora pra ela sentadinha alí numa pilha de cds e me deu uma alegria ^^!

    As outras mocinhas são especiais também, recebê-las é sempre uma alegria grande, uma conquista por que só quem compra uma blythe sabe o qto é “penoso” para pagá-las, parcelar, surtar qd não se pode ter a que vc taaaaaaanto sonha :30: eheheh!

    Linda sua história com suas filhotas e que venha a sua Friendly Freckles, tenho uma e te digo que ela é fofa, é só ajustar o brilho – com certeza vc o fará – e esperar um pouco apos a primeira lavagem do cabelo que ele fica lindooo. É um cabelo pesado e que dá pra inventar total! Eu mesma cortei a franja da minha, não aguentava aquele testão! XD

    Um beijo grande!

  • Responder Lusinha 22/11/2009 at 16:26

    Mas foi com você e com a Mari mesmo que comecei a ouvir essa história toda de Blythes e bonecas. De quem já chegou a condenar, hoje acha fofo. Só espero não ter vontade de ter uma. 🙂
    Bjitos!

  • Responder Aninha 21/11/2009 at 12:35

    A Primeira blythe que conheci foi a Isa. Achei as blythes tão estranhas no começo, jurei a mim mesma que jamais seria capaz de gastar uma dinheirama com uma dessas. E hoje estou esperando ansiosamente pela minha primeira :38:
    Parabéns pela história e pelo site!
    :23:

  • Responder Duda Pipper 21/11/2009 at 08:35

    Linda historia!
    Eu já conhecia ela, mas é sempre bom rever!
    Lembrar de algo bonito é sempre muito bom!!

    Parabens pela sua historia! Se as meninas escurarem aquilo, rs elas sao bem vindas aqui hihihi

  • Responder Bruna 20/11/2009 at 20:41

    Adorei :1:
    era uma das histórias que eu mais esperava aqui! rsrs
    bjooos e sucesso!! :34:

  • Responder Jackie 20/11/2009 at 16:26

    Acompanho sempre seu flikr Tamara, e vi quando a Isa chegou, eh mt legal seu marido ajudar tanto!!
    Bjão e q vc possa ter 8217493170504108654865 mil Blythes!

    hehe

  • Responder Gabrielle 20/11/2009 at 15:09

    Muito linda a sua história Tamara.
    Parabens 🙂

  • Comentar